31 março 2006

Cuidado com o dia de amanhã

Ora bem, hoje é dia 31 de Março de 2006. Amanhã será.... 1 de Abril de 2006.
Já sabem, se alguém vos disser que ganhou o Euromilhões, desconfiem.
Se ouvirem dizer que há que mudar a hora, olhem que foi no outro fim-de-semana.
Se o Multibanco me disser que o saldo cresceu, erro informático pela certa!
Se a Greta Garbo aparecer no Dança Comigo, teia de aranha na TV...
Se virem um elefante a pedalar numa bicicleta, acordem que já é de dia, ou de noite
Corram se o cão não ladrar.
Se o homem do talho vos disser que não há hamburgers por causa do H5N1, não comprem uma alheira para o jantar.
Nunca sigas a estrela polar ao meio-dia.
E, já agora, não digam sabujices.

Não escrevo mais nada que está aqui pela frente um melgaço a buzinar chinfrinices e não me deixa concentrar na publicação do melhores argumentos do .... olhem já nem sei qual era o sentido que queria dar a isto.

Raios e coriscos

30 março 2006



barragem de montargil panorâmica

Aki está a grande Catedral do Sport Lisboa e Benfica

Barcelona aki vams nós!

Grrrrrrrrrrrrrrrr!!!

Não há dúvida que quando se quer ludibriar o incauto mais ingénuo, só há que falar com o Xico Esperto que está mais à mão e lá temos mais um rebuçado para entreter a boca durante uns meses.
Tem razão de ser aquela máxima: ou há moralidade ou comem todos. Mas para comer aquilo que te apetece, tens que saber cozinhar, ou conhecer um bom cozinheiro, senão passas uma fomeca desgraçada.

Sal, pimenta e cominhos
Temperam a carne e pensamento
E as palavras levadas pelo vento

O sol da Primavera
Traz a luz e os passarinhos
Dos fracos não reza a história
Nem que se esforcem pela quimera
Tenho o passado na memória.

29 março 2006

Rima alentejana

Um copinho, dois copinhos
Três copinhos de aguardente
Estas cachopas de agora
Fazem andar um homem quente

Um copinho, dois copinhos
Três copinhos de licor
Levas com um banco nos cornos
Passa-te logo o calor

"Idos de 70, Colégio Rainha Santa, Rua dos Trigueiros, Fronteira

28 março 2006

Dia grande

Hoje é um grande dia. Porquê??
Para começar, o Ruizzola faz hoje 30 primaveras. Não é todos os dias que temos um irmão a fazer 30. Espero que daqui a outros 30 ainda cá estejamos.

Depois, joga o Benfica com o Barcelona para os quartos-de-final da Liga dos Campeões. Vamos ver se conseguimos parar aquela rapaziada. Vai ser difícil, mas já limpamos o grande Manchester United e o campeão em título, Liverpool. A Marlene (Nuno Gomes) não joga. Casa muito mais que cheia.

SLB, SLB, SLB, SLB, Glorioso, SLB.



Espero que o Benfica dê uma prenda em beleza, no aniversário do brother. Força aí.

27 março 2006

Tramaga


Conforme o prometido da explicação do aparecimento do topónimo Tramaga, vejam o que a Wikipedia tem sobre o assunto.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tramaga

24 março 2006

Toponímia

Esta ainda requer mais alguma investigação.

Os dados que apurei são estes: o meu bisavô, António Manuel Roças, terá estado na origem da criação do topónimo Tramaga. O que consta, segundo um investigador do qual me escapa agora o nome ( a que nem uma nova pesquisa googliana! deu resultado), é que ele, agricultor do Cansado, em conversa com outro da Água-Todo-o-Ano, num dia primaveril à beira do rio Sôr e apreciando a paisagem cultivada da forrageira tramaga, saiu-lhe esta: " que terra de tramaga". A medida que as pessoas foram contruindo as suas casas junto ao leito do rio, começou a ficar conhecida como Tramaga, muito conhecido pelos seus moinhos de água.

Fica prometida uma investigação mais aprofundada, da qual vos darei conta num próximo ... ahhh... post. OK

23 março 2006

Brasão



Em seu castelo de água, com gestos de barão sem feudo, vigiando os abutres, estava o pescador de sonhos, vendo a vida passar e navegando no seu barco apodrecido pelas algas recolhidas desde que chegou às planicies sem fim.

O rio calmo abre caminho pela areia dourada, arrastando as palavras sem sentido, no seu espelho passam as horas da sesta e da paixão.

A ponte onde se cruzam trabalhos sem fim, abranda o curso alegre nascido na nascente das entranhas estranhas da colina longíqua, ganhando novas ondas de emoção até se juntar ao irmão do sul, ganhando força de afluência e perdendo a sua raiz de pureza da criação.

22 março 2006

Águas calmas


Ribeira do Sôr - Águas calmas da ribeira do Sôr quando os dias de Primavera se aproximam e a vontade de sentir as abelhas em busca do pólen são mais fortes que a de desaparecer no meio da selva citadina.
Achigãs, barbos e bogas saltam por entre o reflexo do sol matinal. Galinhas de água fazem o ninho no sossego dos salgueiros, fugindo ao sol primaveril e aos predadores em alerta.
Só me chateia é a rinite alérgica que me traz lágrimas aos olhos felizes, só compensado pela brisa fresca embalada pelo crepúsculo da madrugada sonolenta fugindos dos primeiros raios da manhã.
Ponte do Sôr que ficas aqui tão perto, guarda a água que corre sem pressas para o Sorraia, e espera por mim na Páscoa.

21 março 2006

19 março 2006

Sozinho em casa

Viva o fim-de-semana.
Está quase a acabar mas para a semana há mais

Esta Quaresma tá uma maravilha.
Estou quase a ir de férias.

18 março 2006

Só sei que nada sei

Quando nos damos conta que sabemos o que cá andamos a fazer, queremos voltar atrás para descobrir aquelas coisas que nos passaram à frente dos olhos e às quais não ligámos nenhuma importância.
O pássaro ferido, a brisa estival, a poeira do caminho, a cobra esguia, a fruta que amadureceu, a formiga laboriosa, a teia orvalhada, a amizade perdida, a bolota agridoce, o medo da felicidade e a cerveja geladinha.

Isso só quando nada te impede de o fazeres.

Crash??

Estou a por postas de pescada mas o raio do blog tem sempre a mesma visualização, igual à de ontem. Não sei se alterei para aqui alguma definição, mas o que é certo é que o n.º de posts vai aumento na página inicial mas não sofre qq alteração no início.
Vou pesquisar.

É que esta cena nem publicas as fotos do blogger.

Será que crashou o server?? Secalhar é o bruxedo dum calmado corno. Um bj para a minha mãe.

Afinal parece que tinha que fazer um refresh.

Lenha Posted by Picasa

Sou eu Posted by Picasa

Morfes Posted by Picasa

Cansado II Posted by Picasa

Cansado I Posted by Picasa

Fim

Sábado, fim-de-semana.
Aqui estamos nós a recuperar da semana mas com vontade de ir ver o céu azul do nosso velho ambiente juvenil.
Enquanto não, vamos escrevendo para nos situarmos lá.

Até breve.

17 março 2006

Aonde Deus viu a libelinha

Será que consegui por aqui a foto?

Esta máquina está 1 pouco atrofiada à conta dos downs.

Como diriam os compadres: " a mula tá-lhe dando palha".
Arre macho!!

Paz de espírito!


Final de Agosto! Final do dia!... Cheira a pasto ressequido pelo calor que tentou todo o dia incendiar o chão... A terra aspira por água e pela frecura que a lua trará....
Apesar do ar sufocante, o meu espírito sente-se em paz!
Só no Cansado me sinto assim... É a paz que o sossego e a distância da civilização permitem.É a paz das coisas simples. É a paz pelo tamanho do céu, pelo pó dos caminhos, pelo coaxar das rãs, pelo sombreado dos bandos de aves...enfim, uma paz só perturbada pelo rodar dos motores que passam de vez em quando na estrada, na pressa do progresso e da afirmação pessoal... mas os olhos podem sempre procurar sossego nos recortes do horizonte, antes que a paisagem seja moldada pelo perfeccionismo egoísta do homem...
Será sempre o meu Cansado, o das férias, o do cheiro do pão, do chapinhar nas poças... o das primaveras indescritíveis, onde o verde a frescura e gargalhada dos jogos da apanhada aconchegam as minhas lembranças de infância, os sons e cheiros que a minha infância guardou e que eu vou sempre buscar quando preciso de.... paz de espírito!
Cansado lhe chamam... mas esse lugar é fonte de energia, de paz e de sorrisos... é banal mas as palavras não conseguem compor o seu retrato.É o retrato que todos os que já lá estiveram por uma semana terão num cantinho do seu album de recordações.

Paz de espírito!


Final de Agosto! Final do dia!... Cheira a pasto ressequido pelo calor que tentou todo o dia incendiar o chão... A terra aspira por água e pela frecura que a lua trará....
Apesar do ar sufocante, o meu espírito sente-se em paz!
Só no Cansado me sinto assim... É a paz que o sossego e a distância da civilização permitem.É a paz das coisas simples. É a paz pelo tamanho do céu, pelo pó dos caminhos, pelo coaxar das rãs, pelo sombreado dos bandos de aves...enfim, uma paz só perturbada pelo rodar dos motores que passam de vez em quando na estrada, na pressa do progresso e da afirmação pessoal... mas os olhos podem sempre procurar sossego nos recortes do horizonte, antes que a paisagem seja moldada pelo perfeccionismo egoísta do homem...
Será sempre o meu Cansado, o das férias, o do cheiro do pão, do chapinhar nas poças... o das primaveras indescritíveis, onde o verde a frescura e gargalhada dos jogos da apanhada aconchegam as minhas lembranças de infância, os sons e cheiros que a minha infância guardou e que eu vou sempre buscar quando preciso de.... paz de espírito!
Cansado lhe chamam... mas esse lugar é fonte de energia, de paz e de sorrisos... é banal mas as palavras não conseguem compor o seu retrato.É o retrato que todos os que já lá estiveram por uma semana terão num cantinho do seu album de recordações.

Seca

Quando o mar bate na rocha quem se lixa é o mexilhão

Bom fim-de-semana

Navegar é preciso



Eu estou metido aqui num buraco sem fundo, onde se vê que a dimensão das oportunidades é proporcional à capacidade de limpar estanho com massa de cobre e quem consegue ir mais além não diz que o céu é azul ou que a morte é certa até que alguém lhe mostra uma baleia morta.

Falar em surdina, ou falar para as paredes tem o mesmo efeito que não dizer nada. A vida é aquilo que nós não fazemos dela e que os outros nos dizem que ela é. Mas será que o D. Afonso Henriques tinha medo da mãe quando se lembrou que queria ser rei dum condado que era cobiçado por pescadores de atum.

Navegar por mares desconhecidos sempre foi mais benéfico que cuspir na sopa para evitar que os tubarões trinquem os dedos dos pés, mas quando se navega em águas calmas há sempre o perigo do contágio ser global e depois só uma prece budista será a salvação nacional dos reis da "boca-rôta".

Vale mais um copo na mão que duas gaivotas no terraço....


Abarth Posted by Picasa

Olha o que chove!!!

Oh lua que vais tão alta
Redonda como um tamanco
Oh Maria traz lá a escada
Que eu não chego lá com o banco

Um, dois, três, quatro, cinco
Seis, sete, oito e nove
Este ano está um brinco
E lá fora, olha o que chove

16 março 2006

Quando se tem que ir à bruxa

Quando um dia de manhã, uma pessoa à tarde não pode sair à noite, todos os cães te urinam para os pés, o chefe sempre embirra contigo, o que é que deves fazer??

Eu diria que uma consulta de acunpuctura ou uma sessão de Tai-Chi seria o melhor... mas...
Esoterismo é do melhor que há. As bruxas vêem a tua vida nos 2 sentidos: em frente e marcha à ré. A bola de cristal cria um ambiente mágico que nos leva ao paraíso.

Por isso quando vires a vida a andar para trás (ou será traz??) agarra uma bruxa e pede-lhe a carta astral (se for agente da autoridade, é ela que pede a carta) e flutua ao sabor do vento catabático que sopra nem sabes de onde.

A brisa suave do Alentejo em dia de calmaria tira-te o azedume da carraspana e o stress vai até Madagascar.

Stratos Posted by Picasa

Eagle Posted by Picasa

O Alentejo já foi conhecido como o "celeiro da nação".
Da maneira que isto vai, qualquer dia será conhecido como o deserto da nação, tanto a nível de pessoas como a nível ambiental.

Será que o património cultural, físico e ambiental vale mais que o património economicista controlado por meia-duzia de iluminados que vivem o seu presente, esquecendo-se que o mundo vai continuar por vários milhares de anos.


Os circuitos integrados não precisam da paisagem para "lavar a vista", nem sequer pensam no... aranhiço que faz a teia!!

15 março 2006

O nome de Cansado vem de tempos antigos, quando as pessoas vinham de Montargil a Ponte de Sor por altura das feiras, normalmente quando chegavam ali desabafavam: "vamos parar que já vou cansado"; e no regresso a mesma coisa. E assim nasceu o lugar do Cansado.

Electrico Posted by Picasa

1.º post do blog. Tou em testes.